Carreta perde freio, arrasta carros e caminhões

Acidente ocorreu no km 676 da pista sentido Joinville, da BR-376. Cinco pessoas morreram e cinco ficaram feridas segundo informações do site da Gazeta do Povo. A grande verdade é que embora a falha no sistema de frenagem pode ter causado mais esse acidente envolvendo esses grandes caminhões, quem nunca foi ultrapassado por um desses muito acima dos 80 km/h que é a velocidade máxima em rodovias? Mesmo em regiões de serra é comum ver esses gigantes acima da velocidade permitida. Mas existe solução? Vai virar estatística? O que fazer?

O mais difícil seria a conscientização dos motoristas e donos das transportadoras pois o que importa é o lucro, neste caso as maneiras de resolver seriam:

  1. multas mais pesadas para todos que não respeitarem o limite de velocidade com agravantes em trechos como o de serra com o dobro de pontuação (não respeitou já fica sem a carteira);
  2. o que é mais barato uma vida ou um radar? coloque radar a cada 2 km na serra, ninguém sabendo da multa e dos pontos vai desrespeitar e se o fizer chega no pé da serra sem carteira e com uma baita dívida;
  3. permitir o uso do tacógrafo para aplicação de multas -  hoje embora obrigatório nos veículos como caminhões e ônibus mesmo que fosse constatado que esse motorista vinha dirigindo muito acima da velocidade antes de perder os freios não pode ser usado na aplicação da multa;
  4. hoje em dia existem rastreadores que a maioria das empresas de transportes já usa, custa em média 100 reais na internet, poderia substituir o tacógrafo, pois facilitaria em muito a fiscalização, já nos obrigaram até a comprar o kit de primeiros socorros que não servia pra nada, pelo menos esse rastreador que fosse obrigatório e com base inclusive pra multas nos caminhões;
  5. a criminalização de acidentes de trânsito por embriaguez - imprudência - ultrapassar em local proibido -  furar sinal vermelho, com penas mais severas para essas práticas, mas com penas de até 30 anos quando provocar mortes ou lesões graves. Qual a diferença de beber pegar uma arma atirar a esmo e matar alguém ou pegar um carro sair por ai e atropelar e matar? 

Quantas vezes você já não se perguntou por que não aumentam as penas pra quem provoca acidentes embriagado?
Por que já não aproveitaram a lei seca e acabar com a fiança pois é muito fácil pagar os valores estipulados que raramente são acima de dez mil reais?

Esse final de semana também foi violento no trânsito urbano de Guaratuba onde informações postadas nas redes sociais dão conta de vários acidentes.

Emerson Miranda Fernandes - Diário Guaratuba